Festival Kebrada reúne time do graffiti maranhense para criação de Painel

20–21 dezembro 2019

O Kebrada reuniu um time forte do graffiti maranhense para criar o painel que vai ser o destaque do pátio do CCVM ao longo de 2020.

Chega aqui pra acompanhar o processo criativo e assistir essas feras em ação! Será nos dias 20 e 21/12, a partir das 14h.

BNK é de origem indígena e começou a pintar em 2015. Seu traço puxa para o realismo. Vem realizando trabalhos pelas ruas de São Luís, buscando mostrar a importância da infância pra cada cidadão, remetendo a traços indígenas e registrando um pouco da cultura de seu povo Tremembé.

CAJÚ é ilustrador, proprietário do Cajú Estúdio e iniciou no graffiti em 2013. Faz parte do Coletivo Irmãos de Rua Crew. Seu trabalho traz elementos da natureza. Participou de eventos de arte de rua, como o Da Ponte pra Cá, Riscos & Rabiscos, Favelart, Tinta na Veia, Cores da Vila.

NSW NASCIMENTO começou no graffiti em 2004. É integrante de um dos principais grupos, de São Luís, o Coletivo Efeito Colateral (EF.CO Crew). Junto com outros artistas, ajudou a mudar o cenário da arte urbana na cidade, dando vida aos muros. Fascinado pelo estilo 3D, utiliza em sua arte curvas e retas geométricas.

RICARDO KADIN é grafiteiro desde 2008, desenvolve o estilo wildstyle, integra o coletivo IRC (Irmãos de Rua Crew) e é instrutor de graffiti, já participou de vários eventos como o Sesc Guajajara de Artes, Riscos e Rabiscos, Tinta na Veia, Beco do Abraão e Da Ponte pra Cá.

RONALD RABELO teve o primeiro contato com o graffiti em 2000. Participou do Projeto Sonho dos Erês, realizado pelo Centro de Cultura Negra do Maranhão, em 2003. No mesmo ano, criou o Coletivo Nagô. Em seus trabalhos retrata elementos da cultura afro, o
dia-a-dia e as bandeiras de luta do povo negro.

GUS iniciou no graffiti em 2002, ano em que fundou a crew 2º Ato. Seu estilo é cartoon-caricaturas. Seus trabalhos estão nas ruas de São Luís, principalmente na Cidade Operária.


Relacionados