Programação


Curso de Arte Africana

22 outubro –
10 novembro 2018

CURSO ARTE AFRICANA

Os longos séculos em que nossa sociedade se organizou em torno da escravidão nos deixaram muitos fardos a superar. Um deles é ainda estarmos tão apartados da África, o continente de onde vem umas das matrizes da nossa cultura, talvez a predominante.

As raras oportunidades que temos aqui de contato direto com a produção artística africana nos permitem perceber tantos elementos familiares, tantas permanências, que nos perguntamos: por que nos mantemos tão longe do que nos é tão próximo?

Por isso o Centro Cultural Vale Maranhão empenhou-se em a exposição AFRICANA: o diálogo das formas, que estará em exibição até 15 de dezembro. A exposição apresenta a arte de 60 povos, com características e linguagens escultóricas bem diferenciadas. Trata-se de arte vinculada a suas tradições, associada a funções sociais de forte significado para as comunidades, uma arte que expressão conceitos e que permanece sendo produzida.

Diante da oportunidade de termos a presença de uma coleção de peças tão especiais, parece-nos importante aprofundar a oportunidade didática que a exposição representa. Criamos um curso voltado para professor da rede pública de ensino e ministrado pela especialista em arte africana e afro-brasileira Juliana Bevilacqua. O curso visa contribuir para o ensino da cultura e história africana nas escolas brasileiras, conforme dispõe a Lei 10.639/03.

Convidamos as secretarias municipal e estadual de educação a serem parceiras nessa iniciativa, apoiando-nos com a mobilização dos professores interessados e a disponibilização de seus horários de trabalho para participar do curso.

As inscrições serão feitas pelo e -mail contato@ccv-ma.org.br.
Os participantes receberão material didático para ser trabalhado em sala de aula. O material é uma doação do CCVM e deve ser mantido na escola para que outros professores tenham acesso.

Arte Africana
PROFESSORA
Juliana Bevilacqua

Historiadora, doutora em História Social pela Universidade de São Paulo. É autora do livro Homens de Ferro. Os ferreiros na África central no século XIX (FAPESP; Alameda, 2011) e coautora do livro África em Artes (Museu AfroBrasil, 2015). Atuou como pesquisadora em instituições como o Museu AfroBrasil, Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo e MASP. Foi professora visitante na Universidad de los Andes (Bogotá, Colômbia) através do programa Conecting Art Histories (The Getty Foundation, Los Angeles). É professora colaboradora na linha de pesquisa Questões de arte não europeia no programa de pós-graduação em História da Unicamp.

CARGA HORÁRIA
12 horas

DATAS, HORÁRIOS E VAGAS

24 a 27 de outubro (quarta a sábado)
Turma 1: das 9 às 12h – 75 vagas
Turma 2: das 14 às 17h – 75 vagas

8 a 10 de novembro (quinta a sábado)
Turma 3: das 8 às 12h – 75 vagas
Turma 4: das 14 às 18h – 75 vagas